São Domingos Sávio

Quando conhecemos a história de São Domingos Sávio percebemos que praticar a bondade e seguir uma vida de retidão moral pode ser muito mais simples do que parece. O menino que faleceu ainda jovem, com apenas 14 anos, demonstrou grande vocação para a santidade e foi um dos mais destacados alunos em seguidores de São João Bosco. Conheça um pouco mais sobre a história desse santo e se emocione.

Quem Foi São Domingos Sávio?

Nascido no dia 2 de abril de 1842 numa região bastante humilde chamada Riva, na Itália, era filho de um casal pobre sendo seu pai Carlos Sávio que trabalhava como ferreiro e sua mãe Brígida Agagliate que era costureira. Domingos tinha ainda dois irmãos e embora a família não tivesse posses tinha uma grande fé.

O que diferencia esse jovem de tantos outros que foram ensinados por São João Bosco foi o fato que desde sempre ele desejava alcançar a santidade. Sacrificava-se em tudo o que podia e fazia tudo o que estava ao seu alcance para ajudar os seus colegas a se tornarem pessoas melhores e com a fé mais arraigada.

Primeira Comunhão aos Sete Anos

Com uma boa memória o jovem Domingos aprendeu todo o catecismo de cor com apenas sete anos e para sua grande felicidade foi permitido que realizasse a primeira comunhão mesmo sendo tão jovem. Nessa época a primeira comunhão era mais comum para os meninos que completavam onze anos. 

Quando viveu essa grande emoção São Domingos Sávio, ainda um menino, escreveu algumas anotações num papel. Mais tarde descobriu-se que as anotações se referiam ao que ele esperava para a sua vida de fé. Dentre essas anotações estavam se confessar com frequência recebendo a comunhão sempre que o confessor permitisse, santificar todos os seus dias na terra, ter como amigos Jesus e Maria e a preferência por morrer ao invés de pecar.

Sacrifícios

Um dos desejos de Domingos era se tornar um sacerdote e por isso ele persistia em estudar mesmo com a dificuldade de a escola ser distante de sua casa num vilarejo pobre. Como uma forma de penitência a si mesmo ele se obrigava a não observar o que circundava o caminho até a escola.

O objetivo é que os seus olhos fossem guardados somente para ver a Jesus e Maria do Céu. Um dia os pais de Domingos precisaram se mudar devido a questões de trabalho e com isso ele precisou deixa essa escola. Um sacerdote amigo de Dom João Bosco enviou uma recomendação falando a respeito do jovem com grande fé. Então São Domingos Sávio foi aceito na escola.

Quando São Domingos Sávio Encontrou São João Bosco

O grande encontro com São João Bosco se deu no dia 02 de outubro de 1854, o semblante alegre do jovem chamou bastante atenção do clérigo que reconheceu nele o espírito do Senhor. A satisfação que Domingos sentia em fazer parte daquela escola era algo comovente. Já nesse encontro o menino revelou que desejava se tornar sacerdote quando terminasse os seus estudos. 

O Pedido Para Ser Santo

Uma das passagens mais interessantes da vida de São Domingos Sávio é que ele pediu para São João Bosco que o ajudasse se tornar um santo. Esse pedido aconteceu quando um dia foi permitido que os alunos da escola fizessem pedidos quaisquer, os meninos em sua maioria pediram balas e chocolates. Domingos pediu que o fizessem santo.

A ideia surgiu de um momento em que São João Bosco fez um discurso bastante inspirador sobre como era o objetivo de Deus que todos tivessem uma vida santa. Dessa forma todos poderiam se tornar santos se assim o desejassem e levassem uma vida imaculada.

Associação Secreta

Numa conversa São Domingos Sávio ouviu de São João Bosco que o melhor caminho para se tornar um santo era salvar as outras pessoas. Foi pensando nisso que o jovem criou uma sociedade secreta que recebeu o nome Companhia de Maria Imaculada. O desejo dele era fazer algo em honra de Maria. Como temia que não sobreviveria muito tempo, devido a problemas de saúde, ele se apressou nessa fundação. 

Consistia numa associação secreta que tinha na direção João Bosco. Os participantes eram os melhores alunos da escola que tinham como objetivo realizar o apostolado com os seus colegas. Dentre os preceitos que faziam parte dessa sociedade estavam se manter sempre vigilantes para perceber e inutilizar aqueles que eram maus elementos.

Vida Breve

O jovem que tinha grandes possibilidades na vida religiosa infelizmente não viveu muito para que pudesse atingir essas expectativas. Enquanto se preparava para o momento em que deixaria a existência na terra o jovem orava. Mesmo sabendo que com sua saúde precária não viveria muito tempo ele ainda mantinha o entusiasmo com a vida religiosa e com o desejo de se tornar um santo.

Preparação Para Deixar a Vida

Quando percebeu que a vida estava lhe deixando começou a sua preparação para o que o aguardava. Nesses dias ele pediu que sua morte fosse tranquila e que sua entrada no paraíso fosse aceita. A tristeza tomou conta dos colegas de São Domingos Sávio, porém, ele continuou em sai trajetória de tentar fazer com que todos se sentissem felizes e se mantivessem no caminho dos bons preceitos da fé. 

Uma vez que sabia que o destino fatal era inevitável voltou para a casa de seus pais para esperar. Mesmo com muito sofrimento por sua saúde ser tão instável ele ainda assim se manteve altivo e alegre. O ambiente que cercava o jovem era de doçura e quando podia dizia para os familiares que estava vendo coisas muito bonitas.

Revelações em Sonhos

Após algum tempo São Domingos Sávio começaria a aparecer para revelar as maravilhas do céu. O próprio São João Bosco sonharia algumas vezes com o jovem que estava em paz e pleno reconhecimento do paraíso. Afinal esse menino conseguiu chegar no ponto em que sempre desejou. O questionamento que passou a ser feito é se com tão pouca idade esse jovem conseguiu se tornar santo então por que outras pessoas não conseguiria? 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Santos

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.