Contrição

Todas as pessoas podem errar e se arrepender dos seus erros, a capacidade de se arrepender sinceramente do que foi feito de errado recebe o nome de contrição. Diz-se então que a pessoa que está arrependida sinceramente de alguma coisa está contrita. Para os cristãos a contrição é realizada através de alguns ritos que envolvem entre outros elementos o convite para a contrição, a confissão do ato que causa arrependimento e a absolvição.

Os elementos citados acima podem ser referidos pelos cristãos como sendo ritos penitenciais. Esses ritos têm como objetivo fazer com que a pessoa em questão possa demonstrar o seu arrependimento sincero assim como encontrar a paz na confissão do ato que tanto lhe incomoda e ser absolvida de tal. Ser contrito diante dos seus erros é fundamental para que se possa manter uma relação transparente e correta com Deus.

Os Ritos Penitenciais Para a Contrição

O Desejo da Contrição

Para os cristãos mais importante do que não errar é se arrepender do que se fez de errado. Sendo assim ter o desejo de passar pelos ritos de contrição é o primeiro passo para poder ser perdoado. Deus em sua bondade infinita perdoa a todos os seus filhos que demonstram o arrependimento verdadeiro pelos seus erros. Apenas pedir perdão sem estar realmente arrependido não é válido.

A Oração da Confissão

Existe uma oração de confissão que é bastante utilizada pela Igreja Católica para realizar os ritos de contrição. Basicamente os fiéis devem realizar essa oração com o objetivo de preparar o seu coração para pedir perdão por seus erros. A oração que deve ser pronunciada por aqueles que desejam confessar os seus pecados é a seguinte: 

“Confesso a Deus Todo-Poderoso

e a vós, irmãos(a)

que pequei muitas vezes

por pensamentos, palavras,

atos e omissões,

por minha culpa,

minha tão grande culpa. (em geral nesse momento as pessoas batem no peito com a mão direita para reafirmar que são as culpadas)

E peço à Virgem Maria,

aos anjos e santos

e a vós, irmãos,

que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor.

E que seu coração seja o meu caminho por toda a minha vida

Amem.” 

O Significado da Oração de Confissão dos Pecados

Observe que a estrutura da oração trabalha com a ideia de que o pecador em questão possa confessar o seu pecado e ao mesmo tempo pedir perdão pela sua atitude que tanto o envergonha diante de Deus. Nessa oração o pedido de ajuda é feito à Virgem Maria e demais santos para que intercedam pelo pecador junto ao Senhor para que Ele então em sua magnificência possa perdoar aquele errou.

Em geral essa oração é realizada no começo das missas num momento que recebe o nome de Ato Penitencial. O seu objetivo é oferecer a chance para que mais pessoas possam pedir perdão por seus erros e se arrepender de algo grave que tenham feito. Assim aqueles que fazem essa oração no começo da missa se purificam de maneira a poder participar desse importante rito de alma leve.

Absolvição

No contexto religioso a absolvição se refere ao momento em que o perdão divino é concedido diante dos pecados que foram absolvidos. Os protestantes têm por hábito religioso fazer a declaração da absolvição dos pecados durante o culto. Esse rito pode receber o nome de promessa da graça ou então declaração de perdão. 

Arrependimento Sincero

A chamada contrição pode até ser declarada da boca para fora, sem o arrependimento sincero, no entanto, com base na crença de que Deus é onipresente e onisciente se entende que ele sabe quando uma pessoa não está professando arrependimento sincero.

Dessa forma não importante muito se a pessoa realiza os procedimentos litúrgicos para ser perdoada divinamente e recebe o perdão da Igreja se não está mesmo arrependida dos seus atos. Sendo assim aqueles que são tementes a Deus entendem que há a necessidade de desejar não ter feito o que foi feito.

Mantenha-se Leve

Para que haja um sentimento de tranquilidade consigo mesmo é importante que exista uma afirmação da leveza da alma, isto é, ter bem claros quais são os seus valores e o que você entende como sendo algo errado. Não há nada mais relevante do seu manter leve e preparado para evitar que os sentimentos negativos o façam seguir por caminhos indesejados.

Ter a certeza de que sempre se está agindo o mais corretamente possível faz toda a diferença para levar uma vida plena e sem nenhum resquício ou indício de que algo está errado. Vale a pena pautar a sua vida pela sinceridade e pela retidão para se sentir de bem com você mesmo e ter a consciência de que se está leve. 

Contrição Independente do Pecado

Como já explicamos a ideia da contrição para a religião não consiste em sair por aí pedindo perdão a esmo sem estar realmente arrependido do que se praticou de errado. No entanto, independente do tamanho do erro é possível se arrepender e ter o perdão divino. Obviamente o perdão divino não anula as consequências impostas pelas leis dos homens, mas saber que existe o perdão do que foi feito ajuda a tornar mais leve o pagamento da culpa pelas leis dos homens.

Os pecados podem ser diversos e a verdade é que para diferentes culturas existem definições e classificações diferentes de pecado de maneira que é necessário pensar bastante a respeito quase que numa introspeção para encontrar as respostas dos verdadeiros pecados. Estar contrito é essencial para que se possa confessar o pecado e receber o perdão divino. Deus olha e perdoa aqueles que se mostram sinceramente arrependidos dos erros que cometeram. 

Não Cometa os Mesmos Erros

Após passar por uma experiência ruim devido a erros que você tenha cometido é importante identificar onde esses erros foram cometidos e de que maneira não cometê-los nunca mais. Uma das coisas mais importantes a respeito dos erros que cometemos é ter a sapiência de nunca mais voltar a repeti-los.

Saiba que sempre iremos cometer erros em nossas vidas, mas saber reconhecer aqueles erros mais graves e conseguir revertê-los em conhecimento para seguir num caminho mais reto é essencial para garantir o sucesso em nossas vidas. Não deixe de pensar a respeito de como você tem vivido e o que pode fazer de diferente para encontrar um caminho mais interessante para uma vida iluminada. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Religiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.