Israelitas Negros

Para quem pensa que para não ser discriminado entre os judeus basta ser judeu infelizmente temos que dizer que não é bem assim. Os chamados Israelitas Negros ou hebreus negros são judeus que possuem ascendência africana e que sofrem continuamente com a discriminação pelo fato de haver uma ideia pré-estabelecida que todos os judeus tem ascendência europeia.

Esse grupo tem a crença de que são descendentes dos antigos Israelitas e hoje em dia estão concentrados em maior número nos Estados Unidos. O grupos segue em níveis diferentes os preceitos do judaísmo, devemos observar que esses grupos tendem a apresentar graus diferentes de religiosidade. A cor da pele é motivo para esses Israelitas sejam discriminados pela comunidade judaica tradicional.

O Crescimento no Final do Século XIX

Grupos de Israelitas Negros com muitos indivíduos surgiram especialmente no final do século XIX e começo do século XX. Para se ter uma ideia na década de 1980 a quantidade desses israelistas ficava entre 25 e 40 mil nos Estados Unidos, número que saltou para mais de 200 mil no começo dos anos 2000.

Os principais grupos dentro do grupo geral de Israelitas Negros são: Israelitas hebreus africanos de Jerusalém; Igreja de Deus e dos Santos de Cristo e Observadores do Mandamento. Como dissemos acima existem algumas diferenças entre os grupos dentro do grupo geral desses Israelitas com ascendência afro.

Embate Entre Judeus Brancos e Judeus Negros

Existem inúmeros conflitos entre diferentes etnias, motivadas por questões raciais, e nem mesmo o campo da religião escapa desses embates. Para quem conhece, mesmo que superficialmente, os conflitos entre Israel e Palestina sabe que a minoria de árabes que vive na região não tem vida fácil devido a intensa discriminação que sofre por não ser judeu. 

Mas, para quem pensa que para ser aceito e bem tratado em Israel basta ser judeu está enganado. Os judeus negros sofrem intensa discriminação por parte dos próprios judeus. Muitos alegam que são tratados como árabes inclusive tendo suas manifestações reprimidas com o mesmo grau de violência atribuída aos palestinianos.

Sendo assim outro conflito ganha contornos dentro dessa região, aquele entre os judeus de origem europeia e os judeus de origem etíope. Os Israelitas Negros por sua vez também fomentam o conflito a partir de crenças discriminatórias em que apresentam os judeus brancos como a personificação do mal e os de descendência africana como os únicos judeus legítimos.

Os Judeus de Origem Etíope

A grande dificuldade de relacionamento entre os judeus brancos e os judeus negros reside numa das questões mais antigas e mais perturbadoras da humanidade, o racismo. Uma pessoa discriminar outra pela sua cor ao mesmo tempo que parece difícil de compreender com toda a evolução do mundo ainda é um assunto que não está resolvido.

O estado de Israel é judeu e devido a isso era de se esperar que os Israelitas Negros seriam respeitados pelo simples fatos de serem judeus também, contudo, a realidade não é essa. Mesmo quando assumem postos de comando como na polícia ou como carcereiros em prisões ainda são desrespeitados e destituídos de seu poder. A grande questão que se apresenta é a do racismo. 

O Que Significa ser um Judeu Negro em Israel?

Pessoas que tem a pele minimamente morena e que moram em Israel sofrem com a discriminação que impõem não somente a segregação social, mas também situações limite em que ocorrem espancamentos pela polícia e a presunção de que sua fé é menos relevante e forte que a dos demais judeus de origem europeia. Muitos judeus de origem etíope descrevem que são tratados como se fossem árabes, isso no território de Israel significa sofrer com intensa discriminação.

Curiosidade – Seriam os Verdadeiros Hebreus Negros?

O motivo pelo qual o grupo de Israelitas Negros se consideram descendentes dos hebreus é pelo fato de que existem teorias que atribuem a pele negra para esse povo. De acordo com essas teorias a forma como os hebreus que escaparam da escravidão no Egito e foram liderados por Moisés é retratada atualmente é errônea uma vez que se trataria de um povo de origem negra e não branca. 

Manchas Brancas

Moisés seria também um homem negro que para ter a prova do poder de Deus teria visto a palma de sua mão se tornar branca como neve (leprosa) em contraposição a cor de sua pele, negra. Os egípcios que também são retratados como brancos na verdade seriam negros como as populações de outros pontos do continente africano. Teria sido a posterior miscigenação com romanos e gregos que teria resultado nas diferenças de aparência entre os egípcios e os demais africanos.

Essas teorias tem sustentação em passagens da Bíblia e a forma como os dois povos eram retratados e descritos em registros históricos. De acordo com uma passagem da Bíblia a irmã de Moisés, Miryahm teria sido castigada por Deus por ter falado contra o próprio irmão tendo a sua pele manchada pela lepra que é referida nesses trechos como máculas brancas que ganham grande destaque em sua pele, que para os defensores da ideia seria negra. 

Jesus Seria Negro?

Nessas teorias de que os verdadeiros hebreus eram negros também é citada a possibilidade de que Jesus não teria a aparência com que sempre é retratado. De acordo com alguns historiadores que defendem essas teorias seria impossível que Jesus tivesse a pele e olhos claros como é representado.

O reforço dessas teorias pode ser dado por algumas imagens e obras de arte espalhadas pelo mundo que retratam Jesus como sendo um homem de pele bastante escura e cabelos crespos. Um exemplo é um afresco encontrado no teto de uma capela de Lucina presente na Catacumba de Callxtus em Roma em que Jesus é retratado como um homem negro.

O desvio da real cor da pele de tão importantes personagens bíblicos teria ocorrido por conflitos posteriores entre povos brancos e povos negros. Se os hebreus eram ou não negros não há como comprovar. O que sabemos é que a fé não deve ser um motivo de separação ou geração de conflitos independentemente da cor da pele. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.