Qual é a Verdadeira Religião?

Nos tempos atuais, podemos perceber um amplo horizonte no que diz respeitos às religiões existentes no planeta. Com mais de 3000 delas no mundo, é difícil posicionar-se e encontrar uma adequada aos seus valores morais e princípios éticos.

Entretanto, o que se vê hoje são disputas para a imposição de uma só religião dentre essas várias que existem. E é aí que entra a discussão relatada no título desse artigo: Qual é, afinal, a verdadeira e única religião?

Para saber, leia conosco esse artigo, em que iremos explicitar as origens e dar algumas informações sobre as religiões.

A Origem das Religiões

Para começar, a religião é definida como um sistema onde estão contidas as crenças e os já mencionados valores culturais, em que existem doutrinas a serem seguidas por quem se predispõe a fazer parte de determinada religião. Nelas, há também muitos e variados símbolos, cada qual com o seu significado, sendo praticamente todos considerados sagrados por quem é adepto de tal prática.

A origem das religiões acontece em uma das várias partes do desenvolvimento social e econômico que a humanidade passou. Por esse processo, entende-se que a religião teve início quando a sociedade se viu organizada num ponto de vista que vai do social, passando pelo econômico e chegando até ao político. Sabe-se que a religião e a política compartilharam e ainda compartilham vários elos, onde se pode destacar a ala religiosa da câmara dos Deputados no congresso em Brasília, por exemplo. 

Os períodos pelos quais a sociedade passou determinam quais religiões eram influentes em cada época.  Na época primitiva, por exemplo, o conceito de religião sequer existia, mas, entre os humanos da época, as divindades eram associadas aos fenômenos da natureza (como o Deus Sol, exemplificando). Isso pode ser explicado como o surgimento da mitologia.

Já na era feudalista, a religião que predominava nos feudos era o cristianismo, visto que a implantação desse sistema iniciou-se por volta do século IV d.C., sendo que a era cristã estava começando a se enraizar pela Europa.

Por falar em Cristianismo, o mesmo ainda tem bastante influência no mundo, mas bem menos do que há 600 anos. Hoje, ele divide espaço com outras religiões, como o islamismo, que é a segunda maior religião do mundo, atrás apenas da religião cristã. 

Primeiras Reflexões Acerca da Religião

A religião, apesar de ter pegado força apenas nos séculos seguintes ao nascimento de Cristo, já era praticada antes mesmo de ter o nome de “religião”. Na Grécia, que reunia os maiores homens pensantes de todos os tempos, a questão sobre a religião já era debatida entre eles. E, apesar da filosofia ter nascido na Grécia, outro segmento desta se consolidou há mais ou menos 200 anos.  É o que chamamos de “Filosofia de Religião”, na qual o centro dessa discussão tem a ver com a divina natureza que cerca a humanidade, além de estudar a relação entre a religião e a vida em sociedade, bem como seus efeitos no dia-a-dia da sociedade.

Além da Filosofia da Religião, diversos cursos relacionados às ciências humanas e também sociais estudam a religião e seu impacto como um todo na sociedade, como a teologia. 

O Cristianismo

O Cristianismo, como se sabe, tem início no século I depois do nascimento de Jesus Cristo, e foi fundada por ele. Tem profundas relações com o judaísmo, já que Jesus foi criado num ambiente totalmente judeu, além de aprender durante a sua vida sobre as doutrinas relacionadas à religião dos Judeus.

Com sede no Vaticano, o Cristianismo, hoje, apesar de ter tido uma forte queda durante os séculos, ainda exerce forte influência na sociedade mundial, tendo cerca de 2,2 bilhões de adeptos, ou 31,5% da população mundial.

Nos primeiros anos da fundação do cristianismo, ele foi severamente perseguido, por conta de o lugar de sua fundação (a Palestina) ser dominada pelo Império Romano. Na época, enquanto Jesus Cristo pregava a igualdade e o amor entre as pessoas, o alto clero romano não o via com bons olhos, o que culminou, segundo conta a Bíblia, que é o livro oficial do Cristianismo, na crucificação e morte de Jesus aos 33 anos.

Durante os anos e séculos que seguiram, a Igreja foi ganhando prestígio e poder juntamente dos poderes totalitários, sendo que as decisões políticas eram mediadas pela instituição. E, por conta dessa grande influência que a Igreja exercia sobre a sociedade, várias vertentes do Cristianismo surgiram, sendo elas: a Igreja Ortodoxa e o Protestantismo, sendo essa última a vertente mais conhecida da religião cristã.

Fundada por Martinho Lutero, que não concordava com alguns paradigmas da instituição Católica, a Igreja Protestante também tem vários adeptos, sendo a segunda maior religião do Brasil, atrás apenas do Catolicismo. Lembrando que o Brasil um dos países mais católicos do planeta. Pesquisas indicam que, em 2040, o número de evangélicos superará o número de católicos no Brasil. 

Mas, Então, Qual é a Verdadeira Religião?

Dentre as várias religiões existentes no mundo, não há como definir qual religião é a única e verdadeira, já que cada uma possui suas características e excentricidades. No entanto, segundo alguns estudiosos e teólogos, as verdadeiras religiões são aquelas onde as convicções presentes na Bíblia são as utilizadas nas doutrinas, em detrimento de percepções e filosofias de origem humana. 

Há, ainda, aqueles que dizem que a verdadeira religião leva o adepto a conhecer mais a fundo e ter um contato mais suave com Deus, além de colocar o amor como uma meta a ser seguida, afastando-se do egoísmo. 

Dizem, ainda, que as verdadeiras religiões têm neutralidade no que diz respeito às decisões políticas de um país ou continente, ou seja, as doutrinas e características devem ser separadas do meio político, para não haver decisões tomadas seguindo a linha de pensamento de uma ou outra religião.

Para concluir, ainda disseram que a religião que faz a pessoa sentir-se bem, geralmente não é a mais adequada a ser seguida. Ou seja, mesmo que a religião seja do jeito que o fiel gostar, hora ou outra haverá entraves entre ele e a doutrina. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Religiões

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.